O Rosto, Poesia de David F. Rodrigues

Cláudio Lima

Resumo


David F. Rodrigues (Mato, Ponte de Lima, 6-3-1949) publicou no início do ano corrente um livrinho de diminuto corpo mas de excelente qualidade, tanto no apuro gráfico como, sobretudo, na oferta poética com que nos brinda. Trata-se de o rosto, revelado no mês de fevereiro pº pº pelas edições Eufeme, de Leça da Palmeira.
Já em 2015, com um livro em que alia uma lúcida e corrosiva dissecação do Portugal de hoje a uma hábil imitação da nossa poesia medieval – estes cantares fez & som escarnhos d’ora – (Ed. de A., Viana do Castelo), saudou-se vivamente o seu “regresso” ao convívio dos poetas seus pares. É que, desde 1988, ano em que publicou O Que É Feito de Nós (Límia, Viana do Castelo), por força de seus afazeres letivos e da sua valorização académica, deixou a atividade literária em suspenso por quase três longas décadas.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.